EFEITOS SECUNDÁRIOS NÃO ESCLARECIDOS PRECIPITAM SUPENSÃO DA VACINA ASTRAZENECA

Itália, Dinamarca, Noruega, Islândia, Áustria, Estônia, Lituânia, Letônia e Luxemburgo, suspenderam temporariamente a aplicação de vacinas contra Covid-19 fabricadas pela AstraZeneca para se certificarem de que elas não tem ligação com efeitos colaterais mais graves.

Mesmo com esta suspensão autoridades da Saúde apontam que a medida é preventiva visando fazer uma averiguação completa para se saber ao certo se a vacina é mesmo inaceitável. Mais adiante as autoridades destes países apontam que a taxa de problemas não supera a da população geral com efeitos colaterais.

Na Dinamarca a suspensão por duas semanas foi feita após aparecimento de coágulos sanguíneos que resultaram numa morte, enquanto, noutros países a suspensão deveu-se a óbitos após a toma da mesma vacina que originou uma trombose em uma mulher imunizada na Áustria e de homens na Sicília.

A Dinamarca através dos órgãos da saúde fez saber que embora não se tenha certeza da ligação dos coágulos e a vacina o melhor é parar pra se fazer uma reavaliação do imunizante.

A Agência Regulatória da União Europeia (EMA) revelou nesta quinta-feira que desde o início da vacinação 22 pessoas perderam a vida com casos de trombose em mais de 3 milhões de vacinados nos 30 países do Espaço Económico Europeu que compreende a Islândia, EU, Noruega e Linchtenstein.

A empresa fabricante da vacina referiu após os relatos que, os ensaios clínicos não revelaram efeitos colaterais graves e que sua prioridade é a segurança das pessoas imunizadas. Esta afirmação da empresa também foi confirmada pelo Presidente do comité de medicina de saúde pública da Associação de Medicina Britânica Peter English dizendo que não incomum que a introdução de uma nova vacina seja interrompida por relatos de eventos adversos.

“Isso é sinal de que os sistemas de monitoramento de eventos adversos estão a funcionar correctamente mas, não mostra isso que as reacções estejam a ser provocadas pelas vacinas”, referiu English.

Apesar da negação dos governos e especialistas sobre as mortes e as tromboses, a suspensão da vacinação, interrompe o processo de imunização gerando atrasos dos planos antes traçados.

 1,085 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.