Do Brasil para Moçambique: Éder Rodrigues lança no Domingo mais uma obra literária » Literatura » Jornal Visão

Do Brasil para Moçambique: Éder Rodrigues lança no Domingo mais uma obra literária

O premiado escritor brasileiro Éder Rodrigues lança neste Domingo em Maputo o livro “O Infindável Museu das Coisas Efémeras” no Clube de Leitura ITIMAN

Segundo o escritor os Museus são espaços destinados à reunião e à preservação de objectos, artefactos e materiais que, desde os primórdios, acompanham a humanidade junto ao hábito de coleccionar tudo aquilo que nos constitui enquanto traço ou rastro. “Mas, e quando um museu abre as suas portas para reunir exactamente a matéria transitória e efémera da existência? E quando as peças que compõem o seu acervo desmancham com a mesma brevidade com que se diluem os sentimentos mais abissais e intensos de nossa experiência sensível?”, questiona o escrito.

Esta é a centelha da obra “O Infindável Museu das Coisas Efémeras”, do escritor brasileiro Éder Rodrigues, que será lançada no próximo dia 25 de Julho em Moçambique, junto às actividades do Clube da Leitura ITIMAN.

A obra chama atenção de muitos apreciadores da literatura PALOP por esta curadoria inusitada que conduz o leitor a um mergulho nas águas poéticas, ancestrais e delicadas do contorno efémero de nossas fontes. Publicado pela Editora Telucazu, o livro de poemas coloca o leitor dentro deste museu inventado e erguido em meio a alas, inventários e catálogos que perturbam, instigam, surpreendem e assopram.

Éder Rodrigues é poeta, ficcionista e dramaturgo brasileiro. Autor de vários livros com destaque para os últimos lançamentos: O Infindável Museu das Coisas Efémeras (Telucazu Edições/2020), Três Vírgula Quatro Graus na Escala Richter (Telucazu Edições/2020), Carrossel de um cavalo só (Editora Ática/2021), Dramaturgias de Re(e)xistências (Editora Javali/2018).

Recebeu vários prémios na sua trajectória como escritor iniciada em 2007, dentre eles o Prémio Guarulhos de Literatura 2019, o Prémio OFF FLIP de Literatura (2017/2015) e o Prémio Josué Guimarães de Literatura 2009 que possibilitou a difusão da sua obra na Espanha e em Portugal. Além do ofício da escrita.

Éder Rodrigues é também professor adjunto do Centro de Formação em Artes e Comunicação da Universidade Federal do Sul da Bahia. Após a repercussão do lançamento de O Infindável Museu das Coisas Efêmeras no Brasil, o livro foi recém- lançado em Cabo-Verde num evento promovido pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua Portuguesa na Cidade da Praia, e agora é a vez de Moçambique receber o premiado autor para lançar a obra junto aos leitores e também para compartilhar experiências de escrita e de leitura em torno das poéticas do efêmero.

O evento da iniciativa do Clube de Leitura ITIMAN é coordenado pelo moçambicano Arcedes José Manuel que vem promovendo preciosos encontros de discussão e de difusão da obra literária de escritores do mundo inteiro, com um impacto bastante significativo no diálogo entre a Língua Portuguesa e a Cultura dos povos em que as obras fazem referência.

O Clube de leitura de Moçambique faz parte da ITIMAN – Associação Editorial Luso-Japonesa de Desenvolvimento Humano fundada por Mauro M. Nakamura.

O lançamento e encontro com o escritor brasileiro Éder Rodrigues promovido pelo Clube de Leitura ITIMAN acontecerá no próximo dia 25 de Julho, das 15:00 às 16:00 horas de Moçambique e entre 10:00 e 11:00 do Brasil, 14:00 – 15:00 em Portugal e Angola.

Refira-se que o evento é gratuito e aberto a todos os interessados sendo que para a participação deverá seguir o link da plataforma zoom e o acesso pode ser feito directamente pelo link do Clube de Leitura ITIMAN/Moçambique clicando AQUI:

https://us04web.zoom.us/j/8756502975?pwd=Q3l5WEVWV2pRdjQvVnNNWjVyRWdPUT09

233

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: