google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Filipe Nyusi acredita oito novos chefes diplomáticos

O Presidente da República recebeu, quarta-feira (15) cartas credenciais de cinco embaixadores e três altos-comissários das Repúblicas da Nigéria, Zimbabwe, Gana, Namíbia, Burkina Faso, Ucrânia, Noruega e Irão. Na ocasião, Filipe Nyusi pediu aos novos chefes de missões diplomatas, apoio para a candidatura de Moçambique a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

São, ao todo, oito os chefes das missões diplomáticas credenciadas, no país, pelo Presidente da República.

Trata-se de cinco embaixadores e três altos-comissários, que vêm de países africanos, europeus e asiáticos, conforme deu a conhecer a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, durante o briefing à imprensa, depois da recepção pelo Presidente da República, na Presidência.

Os três altos-comissários são “Yamah Mohammed Musa, designado da República Federal da Nigéria; Alexander Grant Ntrakwa, alto-comissário designado da República de Gana, Nicklaas Rikondja Kandjii, alto-comissário designado da República da Namíbia”.

Nyusi recebeu, ainda na sala protocolar, cinco embaixadores, nomeadamente “Victor Matemadanda, designado da República de Zimbabwe, Oumarou Maiga, designado da República de Burkina Faso, Abravitova Liubov, designado da República de Ucrânia; Haakon Gram-Johannessen, designado da República da Noruega e Mehdi Aghajafari, designado da República Islâmica do Irão”.

Verónica Macamo, em representação ao Estado, esclareceu que nem todos os recém- credenciados fixarão residências em Moçambique.

“O alto-comissário da Nigéria e os embaixadores do Irão, Noruega são chefes de missão diplomática com residência em Moçambique, enquanto os altos-comissários da Namíbia e do Gana e os embaixadores de Borkina Faso e Ucrânia terão a sua actividade exercida a partir de Harare e Pretória, onde residem”.

Depois da apresentação das cartas, o Presidente da República, Filipe Nyusi, transmitiu aos altos-comissários e embaixadores uma mensagem de boas-vindas e o interesse do Governo de firmar as relações de amizade e cooperação existentes entre o nosso país e os oito países representados pelas missões diplomáticas.

“Em relação aos países acreditados, o Presidente pediu maior cooperação para o desenvolvimento nas áreas de Saúde, Educação, Energia, Petróleo e Gás”, disse Verónica Macamo.

Filipe Nyusi aproveitou o momento para pedir aos chefes das missões diplomáticas apoio para a candidatura de Moçambique a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *