TEATRO OPERACIONAL NORTE: Macuácua elogia sacrifício e bravura das FDS

O Secretário de Estado na Província de Manica, Edson da Graça Macuácua, saúda e encoraja as forças de Defesa e Segurança de Moçambicanos, que continuam em diferentes frentes de combate, a fragilizar os terroristas e a defender a soberania, a integridade territorial e a independência nacional.

O governante falava na praça dos heróis em Chimoio, por ocasião do dia 7 de Setembro dia da Vitória, que é celebrado no país, em homenagem de assinatura a 7 de Setembro de 1974, dos Acordos de Lusaka na capital da Zâmbia, entre o governo colonial Português e a FRELIMO, que conduziram à independência de Moçambique.

Em representação de Filipe Nyusi em Manica, Macuácua, disse ainda que a luta de libertação nacional significou o reconhecimento do direito a auto determinação ao exercício da soberania, o que deu início da transição para a proclamação da independência nacional.

Nesta data dedicada a celebração dos Acordos de Lusaka que é o dia da Victoria, rendemos a nossa homenagem a todos os jovens moçambicanos, que se encontram em diferentes frentes de combate contra o terrorismo, esses que inspirados dos ideais e princípios, e valores. Veteranos jovens da geração 25 de Setembro, têm de batalha em batalha, logrado victórias, reconquistando espaço que tinha sido ocupado pelos terroristas defendendo a soberania a independência e a integridade territorial”, vincou Macuácua.

Na mesma senda, a Governadora da Província de Manica, Francisca Domingos Tomás, referiu que celebrar 47 anos da vitória de Moçambique, imortaliza os jovens da geração 25 de Setembro.

Devemos enaltecer a bravura, que os nossos combatentes de luta de libertação nacional tiveram para a libertação dessa pátria amada, e que nós hoje estamos a desfrutar.” Disse Francisca.

Face ao alastramento da Covid-19, a Governadora da província de Manica, exortou a população para que continue a observar rigorosamente o protocolo sanitário, “porque é só assim que nós podemos combater o inimigo invisível, a pandemia de coronavírus”.

 127 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.