MULHER ASSASSINA RECÉM-NASCIDO NA ZAMBÉZIA

Uma Jovem de 23 anos de idade asfixiou até a morte, o seu “anjinho” de apenas 2 dias de vida por temer represálias, por este ter sido fruto de uma relação extra conjugal.
É mais uma situação triste, em que uma jovem mãe e por sinal infiel ao marido, a ponto de engravidar. Depois de nove meses de gestação, a jovem deu a luz a uma criança. O bebé, fruto da relação com o amante, terá sido, asfixiado dois dias após o parto.
À nossa reportagem, o porta-voz da PRM em Quelimane, Sidney Lonzo, disse não ter ainda acesso à identidade da suposta mãe que para além de adúltera é também assassina e dona de uma coragem sem igual.
Aliás, segundo Lonzo, a suposta mãe, diz ter praticado este acto macabro por temer represálias da família do seu marido que por sinal encontra-se na província de Nampula onde este trabalha.
Por último, Sidney acrescentou que o caso arrepiou a população do distrito do Ile no norte da província da Zambézia, onde a população na sua maioria é religiosa.
391
Sobre o autor: Redacção do Jornal Visão Moçambique
Jornal moçambicano que inova na maneira de informar. Notícias de Moçambique e do mundo num toque. Digitalizamos a maneira como a notícia chega ás suas mãos e ao bolso através desta camada jovem que faz Jornalismo Social e Responsável.
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.